PULSE NEWS

Inscreva-se na nossa Newsletter e fique por dentro das últimas novidades, notícias e promoções da Pulse.
Nome
Email

Dicas para você evitar excessos com a alimentação no final do ano

O final de ano está aí! E com ele o Natal, Réveillon, confraternização da empresa, entre amigos, família, etc… Nessa época é muito comum sair da rotina alimentar, consumir calorias extras e cometer excessos.

Mesmo assim, ainda é possível aproveitar de tudo com moderação, evitando ao máximo os excessos. Duvida? Então confira essas 5 dicas sobre alimentação no final de ano que preparamos para você:

1) Qual a carne mais magra que podemos ter nas ceias de Natal e Ano Novo?

Lombo e chester são carnes bem magras e contribuem para um cardápio menos calórico nas ceias de final de ano. Já o pernil pode fazer parte desse cardápio, o que não podemos é exagerar nas porções. Se houver mais que uma opção de carne, procure escolher apenas uma.

2) Tâmaras, damascos, castanhas, figos: podemos comê-los à vontade?

As frutas cristalizadas são mais calóricas do que as frescas, portanto, devemos consumi-las com moderação. Uma dica é utilizá-las na preparação de outros alimentos, como nozes no salpicão ou damascos com lombo, porque assim dividimos uma porção para toda família. Outra opção é consumir uma porção de 2 nozes por dia, mas não apenas no final do ano.

3) Como resistir ao panetone?

O panetone é muito calórico, mas nem por isso devemos tirá-lo do nosso cardápio. Podemos consumí-lo, desde que moderadamente. Por exemplo, no nosso café da manhã, podemos substituir o pão francês com margarina por uma fatia fina de panetone. Existe também a opção do panetone light, mas isso não é garantia para comer mais, e sim para comer a mesma quantidade com menos calorias.

4) E em relação às sobremesas, quais as mais indicadas?

As gelatinas podem ser utilizadas como uma alternativa, e existem formas muito criativas de prepará-la. Além disso, servir um banquete de frutas como sobremesa é um modo de reduzir o valor calórico da ceia.

5) O que fazer para não ficar com a sensação de estar empanturrado entre a semana de Natal e Ano Novo?

O mais recomendável é limitar a Ceia de Natal apenas à noite de Natal, não prolongando-a para os próximos dias e voltando a se alimentar com uma dieta balanceada e leve ainda no dia seguinte. As compensações e dietas restritivas em nada nos ajudam. A ingestão de uma quantidade maior de água sempre ajuda a combater a desidratação, causada pelas bebidas alcoólicas e pelo consumo exagerado do sal. Um chá de cidreira também ajuda a diminuir a sensação ruim.



Simple Share Buttons
Whatsapp