Categorias
Artigos

Exercícios físicos reduzem o risco de câncer

Não faltam estudos que revelam os benefícios que a prática regular de exercícios traz para a saúde. Um dos mais recentes e abrangentes trata da relação entre atividade física e prevenção do câncer. Nessa pesquisa, coordenada pelo Instituto Nacional do Câncer dos Estados Unidos e publicada no Jornal da Associação Médica Americana (JAMA), descobriu-se que praticar atividade física regularmente diminui o risco de desenvolver 13 tipos de câncer. Para isso, eles coletaram dados de 1,44 milhões de indivíduos dos Estados Unidos e Europa, com idade entre 19 e 98 anos, durante 11 anos. É a maior análise realizada até hoje sobre o exercício e o câncer!
Durante esses 11 anos, foram diagnosticados 187 mil novos casos de câncer. Após avaliarem os dados, eles constataram que aqueles que eram ativos, ou seja, que praticavam alguma atividade durante 150 minutos por semana, tiveram 7% menos chance de desenvolver qualquer tipo de câncer em relação aos que se exercitavam com menos frequência.
Entre as mulheres, constatou-se que a atividade física regular reduziu o risco de elas desenvolverem câncer de endométrio (21%) e de mama (10%). Já em ambos os sexos, foi observada uma redução em outros 11 tipos de câncer: esôfago (42%), fígado (27%), pulmão (26%), rim (23%), estômago (22%), sangue (20%), medula (17%), cólon (16%), cabeça e pescoço (15%), bexiga (13%) e de reto (13%). Os resultados foram observados em todos os perfis de participantes, até mesmo entre os obesos e fumantes.
Os pesquisadores pontuam alguns aspectos que podem atuar nessa proteção:

  • Equilíbrio de hormônios que favorecem o desenvolvimento de alguns tipos de tumores como o estrógeno no câncer de mama por exemplo.
  • Controle de fatores pró-inflamatórios que poderiam estimular um processo inflamatório crônico que favorece o desenvolvimento tumoral.
  • Regula a insulina, evitando assim sua resistência que está associada com diversas condições clínicas não benéficas.

Além disso, podemos ressaltar que a atividade física favorece a diversidade do microbioma, fortalecendo o sistema imunológico, fator essencial para otimizar os fatores de proteção contra o desenvolvimento de câncer.
Esse estudo é mais uma comprovação de que a prática de exercícios vai muito além do que simplesmente ter um corpo bonito. Para se ter qualidade de vida e prevenir doenças, a atividade física é fundamental e deve ser praticada com regularidade.
Exercite-se e viva melhor!

Categorias
Artigos

Benefícios do chocolate amargo para a saúde

Diversas pesquisas têm apontado os benefícios do chocolate para a saúde. Essa passagem de vilão a mocinho se dá pela presença do cacau, ingrediente com alto valor nutricional. Quanto maior a concentração dele e menor a adição de açúcares e gordura, mais vantagens para a saúde.
Em vista disso, as versões mais recomendadas por especialistas são as amargas, feitas com grãos de cacau torrados e sem a adição de leite.
Quanto mais cacau encontramos no chocolate mais teremos substâncias boas para a saúde. Por exemplo, os flavonoides (em especial a epicatequina) são os nutrientes mais importantes do chocolate amargo. Aos flavonoides são atribuídos diversos benefícios entre os quais temos: anti-hemorrágica, anti-inflamatória, antialérgica, anticâncer, entre outros. Outro benefício é que ajudam na absorção de vitamina C, importante para melhorar o sistema imune e ainda ajuda na produção de colágeno. Um papel muito importante para a saúde é o fato de ter ação antioxidante intensa atuando como agente preventivo do câncer e também de doenças cardiovasculares.
Uma das propriedades do cacau é o seu efeito termogênico. Ou seja, ele aumenta o metabolismo do nosso corpo fazendo-o gastar energia numa velocidade maior e assim, consumindo mais gordura e carboidratos para se manter em atividade.
Por ter ação termogênica, o chocolate amargo pode ajudar na perda de peso. Isso se deve à presença de cafeína no cacau. Além dela, existem outras substâncias com efeito muito parecido ao da cafeína: a metil-xantina e a teobromina. Para cada 100 g de chocolate podemos encontra 5 mg de metil-xantina e 160 mg de teobromina.
Para ter os resultados desejados você deve estar praticando algum tipo de atividade física, seja aeróbica ou de resistência. Além disso, os resultados são melhores quando você passa a ingerir diretamente o cacau em pó na dieta. Ele pode ser consumido junto com alguma fruta e mel ou em vitaminas e iogurtes já que possui o gosto um pouco amargo.
A quantidade ideal de chocolate amargo que deve ser consumido por dia é de apenas 30 g, o equivalente a 3 “quadradinhos” de uma barra grande. São 179 calorias, 2.34 g de proteínas, 12.79 g de gorduras e 13.77 de carboidratos. Como se pode perceber, ainda que seja do tipo amargo, o chocolate pode ser bem calórico e ultrapassar as 30 g por dia não é aconselhável.
O chocolate amargo pode ser ingerido puro ou com frutas e iogurtes. Você pode ralar ou triturar e colocar no lanche que desejar. Mas atenção: não é bom ingeri-lo acompanhado de leite porque o oxalato presente no cacau impede a absorção do cálcio.

Categorias
Notícias

Espaço Kids, a solução para os pais que querem ir para a academia

É fato! Uma das maiores dificuldades de pais de crianças pequenas é encontrar tempo para ir a academia. Como se isso não bastasse, quando encontram tempo, resta o problema na conciliação dos horários, pois quem vai ficar com a criança enquanto o pai ou a mãe estão se exercitando?
Pensando nisso, desde sua abertura, a Pulse destinou um espaço exclusivo para crianças de 3 a 10 anos ficarem enquanto seus pais aproveitam as atividades na academia. Planejado com todo cuidado, nosso espaço kids fica no meio da academia, para que os pais possam ver seus pequenos sempre que desejarem – o sonho dos pais mais corujas, que vivem espiando a garotada em todos os andares ou salas da academia! 😉
E como a Pulse não para, dentre as novidades de 2018, nosso espaço kids passou a ser gerenciado pela Brinkids, empresa especializada em atividades voltadas às crianças. Com isso, além de ganhar em diversão, jogos e brincadeiras, nossas crianças passaram a contar com o conhecimento pedagógico de monitores especializados. E o melhor, sem custo adicional no plano dos pais. Demais, não é mesmo?!
Então, se você já é aluno ou está procurando uma academia com essa facilidade, não perca tempo e venha para a Pulse!
* O espaço kids funciona todos os dias, inclusive aos domingos

Categorias
Dicas Pulse

Conheça alguns temperos naturais que podem substituir o sal refinado

Presente no sal de cozinha e na maioria dos alimentos industrializados, o sódio é um dos grandes vilões para aqueles que querem manter uma alimentação saudável e equilibrada. O consumo do nutriente em excesso pode acarretar diversas doenças, como hipertensão arterial, problemas renais e cardíacos.
Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o recomendado é a ingestão de 5 a 6 g de sal por dia. Porém, a maioria dos brasileiros ingere o dobro (12 g)!
Diante disso, além de evitar os alimentos industrializados, uma boa forma de reduzir o consumo de sódio é substituir ou reduzir o uso do sal de cozinha no preparo das refeições. Para isso, não faltam opções de temperos mais saudáveis e naturais. Confira:

Sal de ervas

Ingredientes

  • 1 colher (chá) de manjericão
  • 1 colher (chá) de orégano
  • 1 colher (chá) de raspas de limão

Modo de fazer

Bata tudo com um mixer ou processador. A mistura é perfeita para substituir o sal e você pode temperar qualquer alimento com muito sabor.

Sal do Himalaia

Apesar de também ser sal, essa variação é considerada mais saudável que o sal de cozinha por conter menos sódio e ser menos refinada. O sal do Himalaia é rosa por acumular 84 minerais em sua formação, um processo natural que enriquece os cristais de sal. Para um efeito comparativo, cada 1g do Sal do Himalaia tem 230mg de sódio (o refinado tem aproximadamente 400 mg).

Especiarias

Além dessas opções, ainda existem especiarias com alto valor nutritivo e que podem ser utilizadas para temperar alimentos:

  • Manjericão: atua contra a má digestão e flatulência. É fonte de magnésio e melhora o fluxo sanguíneo. Também é bom para memória.
  • Gengibre: ótimo termogênico. Atua diretamente na otimização do metabolismo, melhora a imunidade e tem ação anti-inflamatória.
  • Alecrim: estimula memória. Usado também para aliviar infecções intestinais e problemas digestivos. Rico em antioxidantes e tem poder anti-inflamatório.
  • Hortelã: colabora com os processos digestivos.
  • Coentro: tem ação antimicrobiana, antioxidante e anti-diabética. Tem o poder de “bloquear” a ação de metais pesados, como chumbo e mercúrio.
  • Salsinha: é diurética, anti-inflamatória, ajuda a regular o açúcar no sangue e pode auxiliar a regularizar a pressão arterial elevada.

Mais fácil do que você pensava, não é mesmo? Então desfrute dos benefícios dos temperos naturais e mantenha uma dieta mais saudável.

Categorias
Dicas Pulse

Dicas para manter a disciplina nos treinos

Para muitos, manter a rotina de atividade física e exercícios não é nada fácil. Tem dias que bate aquela preguiça, noutros a rotina de trabalho parece tomar toda a energia e tempo…
Mesmo assim, a boa notícia é que existem algumas práticas que podem lhe ajudar a dar aquele up que está faltando. Confira!

Comece sem exagerar

Essa dica é importante tanto para os iniciantes quanto para aqueles que estavam parados e decidem voltar. Na empolgação do início, você pode acabar exagerando, fazendo séries muito longas ou várias aulas diferentes (running, spinning, funcional etc.), o que pode levar tanto a uma lesão como ao desgaste do overtraining.
Você vai cansar se não der tempo para o corpo se recuperar, o que pode acabar com a sua motivação. Sendo assim, é melhor ir devagar até acostumar o corpo a um ritmo mais intenso.

Rotina e horário

Manter os treinos no mesmo horário é interessante para criar uma rotina e fazer com que corpo e mente “entendam” que você precisa treinar.
Com isso, depois de pouco tempo, seu corpo estará preparado para a atividade naquela faixa de horário.
No entanto, isso não pode ser uma desculpa para quem não pode manter uma rotina de treinos sempre na mesma hora. Nesse caso, treine a hora que puder!

Parceiros de treino

Um parceiro de treino, além de ser uma companhia para conversas entre os exercícios, pode ajudar quando lhe faltar incentivo. Como os ânimos variam, a ideia é que ambos não deixem a preguiça do outro tomar conta na hora de treinar.

Compromisso

Marque os seus treinos na agenda como se fossem compromissos de trabalho. Para isso, use a agenda física, celular ou tablet e agende seus treinos com alguns dias de antecedência. Se surgir outro compromisso muito importante, reagende imediatamente o treino para outro dia ou horário.

Tente outras atividades ou treinos

Do ponto de vista motivacional, uma série de musculação nova é um desafio. Da mesma forma, mudar de aula também é uma boa pedida. Dessa forma, passar do spinning ao running, por exemplo, pode ser o que você precisa para sair da monotonia e não perder a motivação.

Tenha objetivos

Estabelecer um objetivo dá mais sentido ao esforço nos treinos. Portanto, seja para perder peso, melhorar a saúde ou correr uma maratona, ter metas dá um gás a mais para quem está treinando.

Resultados

Ao manter uma rotina de treino, com certeza as melhoras físicas virão. Mas, como elas são graduais, se você não cuidar pode acabar não percebendo muitas delas.
Na Pulse, seu progresso é totalmente catalogado através do Pulse Profile. Mesmo assim, existem outras maneiras de acompanhar os resultados. Por exemplo, uma maneira simples e bastante eficaz é se fotografar com trajes de banho no final de toda a semana. Assim, você vai identificar a evolução e não vai desistir de treinar, buscando melhorar cada vez mais.
Em suma, tenha em mente que desistir da prática de atividades físicas é abrir mão também da boa saúde. Portanto, siga nossas dicas e não deixe o desânimo tomar conta de você.
Bons treinos!