Categorias
Notícias

A altura do tênis muda a forma de pisar?

Entre os corredores, uma ideia muito difundida é a de que quanto mais baixo o calçado e menor o seu drop, mais natural é a corrida. Mas o que dizem as pesquisas? Será que a altura do tênis muda mesmo a forma de pisar? Confira:
Duas características importantes nos tênis de corrida são a sua altura e o seu drop. A altura corresponde à distância entre o calcanhar do corredor e a parte mais externa do solado do tênis, que fica em contato com o chão. Já o drop representa a diferença de altura entre a parte posterior e anterior do tênis, ou seja, o “salto” que ele possui. Sendo assim, um tênis pode ter drop pequeno, como 4 milímetros ou zero, e mesmo assim ter um perfil mais alto, estando mais distante do chão.
Existe hoje uma discussão, entre corredores e especialistas em corrida, se a altura e o drop do tênis influenciam o movimento das passadas. A ideia é de que quanto mais baixo o calçado e menor o seu drop, mais natural seria a corrida. Essas características do tênis proporcionariam maior frequência de passadas e um padrão de aterrissagem tendendo mais para a parte da frente do pé (antepé e retropé) o que constitui um bom padrão de biomecânica do movimento.
As pesquisas científicas relacionadas a esse assunto, embora ainda escassas, apontam que de fato, quanto mais baixo o perfil do tênis e menor seu drop e sistema de amortecimento, maior será a tendência de aterrissagem com a parte anterior do pé. Porém, esses resultados foram encontrados em sua maioria em avaliações pontuais do corredor, sem acompanha-lo por um tempo usando o tênis com essas características. Uma única pesquisa de longo-prazo, publicada em março de 2017, observou os corredores utilizando tênis com drop alto e drop baixo por 6 meses, e não encontrou diferenças em seu padrão de pisada. Entretanto, algo interessante desse estudo foi que o tênis, mesmo tendo drop baixo, tinha um perfil alto, ou seja, não tinha salto mas era de uma forma geral distante do chão.
Um tênis mais baixo, com menor amortecimento e drop, facilita alterações positivas na biomecânica da corrida, porém não são obrigatórios para se correr bem. Até onde se sabe, um bom padrão de movimento pode ser atingido com qualquer tipo de calçado e a escolha é pessoal. O importante é prestar mais atenção no próprio corpo e ir evoluindo nos movimentos.

Categorias
Notícias

Ação solidária PulsAção

Depois de 20 dias, chegamos ao fim do PulsAção. A campanha, que aconteceu de 22 de maio a 10 de junho, envolveu 15 trainees do Programa Trainee Pulse e teve como objetivo a arrecadação roupas e acessórios para a prática esportiva.
Os números finais são impressionantes, mostrando que a colaboração e o engajamento de todos fazem realmente a diferença:

  • Mais de 4.000 peças de roupas para a prática esportiva;
  • 186 pares de tênis;
  • 211 squeezes;
  • Diversas mochilas e outros acessórios.

No total, quase 1 tonelada de material esportivo a serem doados em breve.
Fica aqui o nosso agradecimento a todos os Trainee’s da Pulse, às equipes vencedoras (Zero1 e Winners) e aos colaboradores que manifestaram a nobreza do gesto da doação.

Categorias
Receita Pulse

Festa junina light: comemore sem sair da dieta

Festa Junina é uma delícia, não é mesmo? São muitas as deliciosas comidas típicas dessa época do ano: bolo de milho, pinhão, canjica, curau, maça do amor, vinho quente, quentão, arroz doce e muitos outros. Porém, se você está de dieta ou querendo perder os quilinhos extras, essas delícias não são tão bem-vindas assim.
A dica de hoje são receitas que mostram que é possível preparar uma versão light dessas comidas para você aproveitar as festas sem se preocupar. Gostou? Então confira:

PÉ DE MOLEQUE LIGHT

[vc_separator type=’transparent’ position=’center’ color=” thickness=” up=’5′ down=’0′]

Ingredientes

  • 2 3/4 xícaras de amendoim torrado por uns 15 minutos em forno médio sem a pele
  • 3 1/4 xícaras de açúcar mascavo
  • 1 xícara de água
  • 1/2 colher (sopa) de gengibre ralado
  • Manteiga para untar

[vc_separator type=’transparent’ position=’center’ color=” thickness=” up=’5′ down=’0′]

Modo de Preparo

Em uma panela grande, adicione o açúcar, a água e o gengibre. Cozinhe em fogo alto mexendo até derreter o açúcar. Deixe no fogo até virar uma calda em ponto de fio. Adicione o amendoim e misture bem. Despeje em uma forma retangular untada. Espere esfriar para cortar em quadrados. Sirva!

BOLO DE MILHO LIGHT

[vc_separator type=’transparent’ position=’center’ color=” thickness=” up=’5′ down=’0′]

Ingredientes

  • 6 unidades de espiga de milho limpa
  • 10 colheres de sopa de açúcar
  • 1 xícara de chá de farinha de trigo peneirada
  • 4 unidades de clara de ovo
  • 1 xícara de chá de leite em pó desnatado
  • 1/3 copo americano de leite de vaca desnatado
  • ½ colher de chá de fermento.

[vc_separator type=’transparent’ position=’center’ color=” thickness=” up=’5′ down=’0′]

Modo de Preparo

Ralar as espigas de milho e peneirar. Misturar o conteúdo que passou pela peneira com o açúcar, o leite em pó desnatado e o leite de vaca desnatado, gradativamente. Acrescentar a farinha de trigo, misturada ao fermento em pó, e reservar. Bater as claras em neve e juntar a massa às claras. Colocar em forma de 25 cm de diâmetro, untada e polvilhada. Assar em forno médio (180 ºC) por 60 minutos.

CANJICA LIGHT

[vc_separator type=’transparent’ position=’center’ color=” thickness=” up=’5′ down=’0′]

Ingredientes

  • 1 copo de milho
  • 1 e 1/3 de copo de leite desnatado
  • 1 copo de leite em pó desnatado
  • 3 colheres de sopa de coco ralado
  • 3 colheres de sopa cheias de açúcar
  • 1 colher de café nivelada de sal
  • 1 colher de chá de rasa de canela

[vc_separator type=’transparent’ position=’center’ color=” thickness=” up=’5′ down=’0′]

Modo de Preparo

Lavar o milho para canjica e deixá-lo de molho por duas horas. Em seguida, cozinhar em uma panela de pressão durante uma hora em fogo médio, com a mesma água utilizada para o molho. Misturar o leite desnatado, o leite em pó desnatado, o coco ralado, o sal e o açúcar ao milho e cozinhar em fogo médio por 20 minutos, mexendo eventualmente com a colher para não grudar no fundo da panela. Salpicar a canela por cima e servir.

CUSCUZ DE LEGUMES

[vc_separator type=’transparent’ position=’center’ color=” thickness=” up=’5′ down=’0′]

Ingredientes

  • 2 colheres (sopa) de óleo
  • 1 cebola média picada
  • 5 tomates picados
  • 100 gr de vagens picadas
  • 1 lata de milho
  • 1/2 pimentão vermelho picado
  • 1/2 pimentão verde picado
  • 1/3 de xíc (chá) de azeitonas pretas picadas
  • 1/2 lata de palmito picado
  • 1/2 lata de ervilha
  • 200 grs de farinha de milho
  • 1 colher (sopa) de farinha de mandioca
  • salsa e sal a gosto

[vc_separator type=’transparent’ position=’center’ color=” thickness=” up=’5′ down=’0′]

Modo de preparo

Decore uma forma redonda com buraco no meio com algumas azeitonas, fatias de tomate e palmito. Numa panela, refogue a cebola no óleo. Acrescente os tomates e deixe ferver até desmanchar. Junte o milho e as vagens, os pimentões e o sal. Misture bem. Despeje 2 xícaras de chá de água e deixe cozinhar até amaciar os legumes. Coloque a salsa, as azeitonas, o palmito e as ervilhas. Acrescente a farinha aos poucos, mexendo até virar um angu. Coloque na forma cuidadosamente e aperte bem. Desenforme e sirva.

Categorias
CrossFit Notícias

6 benefícios do Cross Training

O cross training é um dos exercícios mais indicados para quem quer perder peso e modelar o corpo. De acordo com um estudo recente do American Council of Exercise, as mulheres queimam em média 12,3 calorias por minuto numa aula de cross training, enquanto correr na esteira, por exemplo, queima cerca de 8 a 10 calorias por minuto.

Isso explica um pouco do sucesso que o cross training vem fazendo nas grandes cidades brasileiras, mas só em parte, pois existem outros benefícios que fazem da modalidade um dos programas que mais crescem no mundo atualmente.

Confira:

1) Detona as calorias

Sim, já falamos disso, mas vale a pena repetir. Um dos maiores benefícios do cross training é queimar um elevado número de calorias em um curto período de tempo. Um treino típico dura em média de 10 a 30 minutos, mas a sua taxa metabólica (a taxa na qual você queima calorias) permanece elevada por muito tempo após o WOD. Assim, além da queima de gordura durante o exercício, seu corpo continuará com o mesmo processo quando você já estiver descansando após o treino.

2) É ótimo para o condicionamento cardiovascular

Durante o treino, sua frequência cardíaca permanece elevada, o que aumenta a sua resistência. Também de acordo com o mesmo estudo mencionado acima, os batimentos cardíacos dos participantes em uma aula ficaram perto de 90% da frequência cardíaca máxima (FCmáx) ao longo dos exercícios, o que é excelente, considerando que para uma melhora da resistência, a frequência deve se manter entre 64 e 94% da FCmáx.

3) Aumenta a mobilidade muscular

Esse é um resultado da variedade de movimentos envolvidos num WOD. Ao invés de exercícios tradicionais, os movimentos do cross training exploram direções e rotinas diferentes. Além disso, com eles se aprende formas adequadas de levantar coisas do chão e mantê-las levantadas, ajudando até nas atividades diárias.

4) É divertido!

Os WODs são sempre diferentes, por isso não há chance de tédio no box, mesmo para quem pratica todos os dias. E além da lista de exercícios ser muito extensa, todas as rotinas são customizáveis, para que pessoas de todos os níveis e idades possam fazê-las.

5) Você vai fazer amigos

Um dos principais componentes do cross training é a comunidade. O cross training é um exercício de coletividade, mesmo para aqueles que não são muito afeitos ao espírito comunitário, onde as pessoas se encontram e se motivam juntas.

6) Você se sentirá confiante

Antes de começar a aula, o WOD pode até parecer assustador ou difícil de ser realizado. Mas com a orientação correta e, principalmente, vontade, ao final você se sentirá talentoso(a), forte, capaz de lidar melhor com as coisas. Em suma, o cross training irá aumentar sua confiança em você mesmo(a).

Categorias
Notícias

Muito mais que uma academia

Muito mais que uma academia, a Pulse Health & Fitness​ pode ser considerada um centro de atividades físicas, esportes, bem-estar e lazer para toda a família. Com atividades voltadas a todas as idades e perfis, infraestrutura completa e ambiente diferenciado, aqui você encontra o que há de melhor para sua saúde física, mental e espiritual.

Categorias
Notícias

Alavantê Pulse

A prévia do #ALAVANTÊ que rolou aqui na Pulse Health & Fitness​ foi simplesmente SENSACIONAL!
Comidas típicas, pocket show com @WallasArrais​, quadrilha improvisada com a galera do Pulse Ritmos e outras atrações.